Páginas

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Diário da Faxineira #17: Capítulo 17 - Peru recheado, cidra da boa e pagode animado!

Quanto tempo, gente! Pois é, tenho que começa logo pedindo desculpa, porque faz um tempão que eu não apareço. To sumidaça mesmo, mas já te explico tudinho e vai longe porque o assunto é longo por demais e tu há de me desculpa. porque a coisa foi feia.

Depois da última vez que te contei da vida, ainda nem tinha passado pela desgraça da prova do Enem, não quero nem ver o danado do resultado, fiz porque as profes do EJA falaram que era bom todo mundo fazer a prova do tal do Enem. Que saber? Eu achei aquilo um horror, me assustô mais que assombração e do que história do fim do mundo e sempre tem algum chato tentando adivinhar o dia que tudo acaba. Que bobajada, né?

Bom, depois da prova do Enem, inventei de fazer umas compra no Paraguai pro Natal e pra venda também, tu sabe que eu tô sempre arrumando jeito de fazer dinheiro, aumentar a renda como diz a minha patroa doutora em Letras. Então foi isto, achei praquelas banda o cd novo do Thiaguinho por um preço muito do bom, tratei de negociar e comprei de monte. Só que na hora da revista do ônibus tive que dar uma explicação na delegacia. Foi uma confusão tão grande, o Cleminson me xingou pra caramba. A sorte é que tinha um amigo estudante de Direito no busão, colega de trabalho da minha cunhada, irmã do Cleminho, lembra da Dieniffer Estefany? O guri me quebrou o maior galho, falô sei lá eu o quê, no fim das conta eu não tive que dormir nem só um dia na cadeia. Imagina eu lá naquele lugar bem sujo, logp eu que sou tão limpinha e cheirosinha e de profissão diarista, não ia gostar nem um pouco da hospedage...

O azar foi que me fizeram devolver todos cd e a sorte foi que consegui pegar pelo menos unzinho pra mim. Porque aí sim ia ser muita da desgraça junta! Bom depois da prova do Enem, da confusão no Paraguai, tive é que arrumar muita faxina de fim de ano para compensar a perda de grana do cd! Sabe aquelas dona que só pega faxina no fim de ano? A casa tá pra lá de suja e a gente aproveita pra cobrar bem, dá trabalho mas dá dinheiro! Assim que fiquei sem te contar nada porque trabalhei foi muito mesmo no mês de dezembro que tá quase no fim.

Quero te desejar um Natal bem bonito com a família e amigo tudo reunido, peru recheado, cidra da boa, pagode animado, que mais a gente pode querer da vida? O resto vem junto: saúde, amor e alegria. E pra ficá tudo de bom mesmo na tua vida, aí vai o príncipe Thiaguinho com uma música danada de bonita:

Web Analytics