Páginas

sábado, 8 de setembro de 2012

Paralimpíadas de Londres: bocha fatura 3 medalhas na modalidade individual

A bocha brasileira se destacou no penúltimo dia de competições dos Jogos Paralímpicos. Da modalidade individual, vieram 3 medalhas.

O brilho do esporte neste sábado, começou com a conquista de Eliseu dos Santos. Na categoria individual mista - classe BC4, o brasileiro venceu o britânico Stephen Maguire por 5 a 3 e faturou a medalha de bronze. Horas mais tarde, Dirceu Pinto, que juntamente com Eliseu se tornou bicampeão nas duplas, se tornou bicampeão também na classe BC4. Dirceu e Yuansen Zheng empataram em 3 a 3 no tempo normal. O acirrado duelo foi para o tie-break e lá, o brasileiro derrotou o chinês por 2 a 1. Ouro para a América do Sul e prata para a Ásia.

Um brasileiro também subiu ao topo do pódio na classe BC2. Por esta classe, Maciel Souza Santos faturou a medalha de ouro após despachar o chinês Zhiqiang Yan por 8 a 0.

A felicidade só não foi maior, porque o mineiro José Carlos Chagas foi derrotado por 6 a 4 pelo norueguês Roger Aandalen na disputa pelo bronze da classe BC1.

Esta foi a melhor campanha da bocha brasileira em Paralimpíadas. Nosso país faturou 4 medalhas - 3 ouros e 1 bronze -.

Eliseu, Maciel e Dirceu. Foto: Divulgação

Brasil ganha 4 medalhas no atletismo; na natação, uma

No último dia do atletismo em Londres, o Brasil subiu ao pódio 4 vezes.

Shirlene Coelho não precisou de muito, e logo na primeira tentativa do lançamento, mandou seu dardo a 36,86m, novo recorde mundial da categoria F37/38.

Dona da medalha de prata em Pequim, lançou mais cinco vezes para esperar suas rivais. Liderança com folga. Ouro para Shirlene, prata para a chinesa Qianqian Jia (31,62m) e bronze para a australiana Georgia Beikoff (29,84m).

Também pelo lançamento de dardo, mas na classe F57/58 masculina, Claudiney Batista quebrou o recorde mundial ao lançar 45,38m e ficar com 1024 pontos. Mohamad Khalvadi, do Irã, faturou o ouro ao lançar o dardo a 50,98m e alcançar 1044 pontos; o egípcio Raed Salem ficou com o bronze após atingir 47,90m e 991 pontos

Já na final dos 100m rasos classe T11, Lucas Prado e Felipe Gomes fizeram uma dobradinha verde-amarela após concluírem a prova em 11s25 e 11s27 ficando com a prata e o bronze respectivamente. Lei Xue, da China, disparou e com tempo de 11s17 subiu ao topo do pódio.

Por fim, na final dos 400m T44, Oscar Pistorius deixou seu rivais para trás e cruzou a linha de chegada em 46s68, novo recorde paralímpico. Os americanos Blake Leeper (50s14) e David Prince (50s61) completaram o pódio, enquanto Alan Fonteles terminou na quarta colocação (51s59).

Brasil é ouro no futebol de 5

Carrascos das copas de 1986, 1998 e 2006, os franceses até que tentaram, mas não conseguiram vencer o Brasil na final do futebol de 5. Nossos heróis não se abalaram, venceram os carrascos por 2 a 0 e conquistaram o tricampeonato da competição na tarde deste sábado. 

Os gols da seleção foram marcados por Bill e Jefinho.

Severino Gabriel futebol de 5 Brasil  (Foto: Reuters)
O futebol de 5 é disputado por deficientes visuais. Na foto, Bill comemora o primeiro gol canarinho. Foto: Reuters

A seleção espanhola ficou com o bronze após vencer a Argentina nos pênaltis por 1 a 0.

Veja outros resultados de hoje:

BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS MASCULINO:
Ouro - Canadá
Prata - Austrália
Bronze - Estados Unidos

VÔLEI SENTADO MASCULINO
Ouro - Bósnia
Prata - Irã
Bronze - Alemanha
5° lugar - Brasil

Veja a agenda para o último de competições em Londres:

4h00 - maratona masculina - T12
4h00 - maratona masculina - T46. Brasil na disputa com Oziam Bonfim e Tito Sena
7h30 - maratona masculina - T54
7h32 - maratona feminina - T54
8h00 - rugby em cadeira de rodas masc. - EUA x Japão (disputa pelo bronze)
9h30 - futebol de 7 - Brasil x Irã (disputa pelo bronze)
10h15 - rugby em cadeira de rodas masc. - Canadá x Austrália (disputa pelo ouro)
12h00 - futebol de 7 - Rússia x Ucrânia (disputa pelo ouro)
16h30 - Cerimônia de encerramento das Paralimpíadas

+ O Sportv transmite tudo a partir das 4h (hora de Brasília)

Quadro de medalhas

1. China - 97 ouros, 71 pratas e 65 bronze. Total: 231
2. Rússia - 35, 38 e 28. Total: 101
3. Grã-Bretanha - 33, 42 e 43. Total: 118
4. Ucrânia - 32, 23 e 28. Total: 83
5. Austrália - 31, 23 e 29. Total: 83
6. Estados Unidos - 30, 29 e 37. Total: 96
7. Brasil - 20, 14 e 8. Total: 42
8. Alemanha - 18, 26 e 22. Total: 66
9. Polônia - 14, 13 e 9. Total: 36
10. Holanda - 10, 10 e 19. Total: 39
11. Irã - 10, 7 e 6. Total: 23
12. Coréia do Sul - 9, 9 e 9. Total: 27
Web Analytics