Páginas

sábado, 1 de setembro de 2012

Paralimpíadas de Londres: André Brasil e Daniel Dias quebram recordes na natação

Os Jogos Paralímpicos de Londres chegaram ao terceiro dia de competições. Neste sábado, o Brasil subiu ao pódio três vezes.

Antônio Tenório da Silva, para-judoca, conquistou a medalha de bronze na categoria 100kg. O brsasileiro encaixou um bom volume de luta para seu adversário receber penalidades. O iraniano Hamed Alizadeh recebeu a quarta punição e a vitória foi automaticamente de Tenório.

antonio tenorio judô jogos paralimpicos londres 2012 (Foto: Bruno de Lima/CPB)
Dono de 4 ouros em Paralimpíadas, Antônio Tenório se contentou com o bronze no último dia de competições do judô em Londres. Foto: Bruno de Lima/CPB

Pela categoria 90kg, Roberto Santos venceu as duas primeiras lutas do dia, mas caiu na disputa do bronze ao ser derrotado por Dartonyon Crockett dos Estados Unidos. 

Willians Silva, jovem de 21 anos, também caiu na disputa pelo bronze ao ser derrotado por Ilham Zakiyev do Azerbaijão. Deanne Almeida, única mulher da delegação nesta categoria, também ficou sem medalhas ao ser vencida pela chinesa Yanping Yuan.

André Brasil e Daniel Dias batem novos recordes

A tese de que a natação brasileira é um celeiro de talentos é sempre confirmada. André Brasil dominou a final dos 100m borboleta classe S10, concluiu a prova em 56s35, obteve o novo recorde mundial faturou a medalha de ouro; esta é a terceira medalha do brasileiro na capital inglesa. Phelipe Andrews, outro brasileiro na disputa, nadou em 58s79 e ficou na quinta colocação geral.

Completaram o pódio Dmitry Grigorev, russo e o sul-africano Achmat Hassiem.

Daniel Dias também deixou sua marca. Melhor colocado na fase classificatória, o brasileiro repetiu o feito nos 200m livre classe S5, executou a prova em 2min27s83, levou a medalha de ouro e quebrou o recorde paralímpico. Clodoaldo Silva, um dos grandes nomes do esporte paralímpico do nosso pais não concluiu a prova porque sentiu fortes dores no ombro.

O espanhol Sebastian Rodriguez (2min43s11) e o americano Roy Perkins (2min43s14) também subiram ao pódio.

Confira o desempenho dos brasileiros em outras modalidades:

ATLETISMO: Terezinha Guilhermina avançou às semifinais dos 200m livre T11. Favorita, a brasileira fez a prova em 24s89, novo recorde olímpico. Alice Correa, também avançou nos 100m T12 fazendo o melhor tempo da sua carreira: 12s81.

Nos 200m rasos T44, Alan Fonteles avançou às semifinais. 

BASQUETE SOBRE CADEIRA DE RODAS FEM.: Brasil 37 x 42 Grã-Bretanha

FUTEBOL DE 7 MASCULINO: Brasil 3 x 0 Grã-Bretanha

GOLLBALL MASCULINO: Brasil 12 x 5 Lituânia

HIPISMO: Classe ll - Elisa Melaranci (14° lugar), Davi Salazar (11° lugar). Marcos Alves fechou em 11° na classe Ib. 

REMO ADAPTADO: Cláudia Santos e Luciano Oliveira avançaram no single skiff classe AS e disputam suas finais na manhã deste domingo. 

TÊNIS EM CADEIRA DE RODAS: Maurício Pomme e Daniel Rodrigues continuam na disputa por medalhas. Carlos Santos, Natália Mayara e Rafael Medeiros foram eliminados.

TIRO ESPORTIVO: Carlos Garletti fez 596 pontos e terminou a disputa em 27° lugar na carabina de ar 10m.

VELA: Bruno Neves e Elaine Cunha começaram mal e terminaram em último lugar da classe Skud18 para duplas mistas.

VÔLEI SENTADO: Bósnia Hezergóvina 3 x 0 Brasil (masc. - 25/14, 25/21 e 25/19); Brasil 1 x 3 China (fem.- 24/26, 15/25, 25/20 e 16/25).


Quadro de medalhas

1. China - 20 ouros, 15 pratas e 21 bronzes - total de 56
2. Austrália - 11, 5 e 13 - 29
3. Grã-Bretanha - 9, 16 e 11 - 36
4. Ucrânia - 9, 6 e 7 -  22
  8. Brasil - 4, 2 e 3 - 9
Web Analytics