Páginas

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Olimpíadas de Londres: incidente diplomático marca o dia

Nota: a partida entre Colômbia x Coréia do Norte está no início do segundo tempo. Após o fim da partida, postarei o resultado e a classificação do Grupo G. Neste momento as norte-coreanas vencem o jogo por 1 a 0.


Post atualizado às 19h03


Gafe envolvendo Coréia do Norte e vitória do Brasil marcam o futebol feminino

Uma gafe cometida pela organização dos Jogos Olímpicos resultou no atraso de mais de uma hora no jogo entre Colômbia x Coréia do Norte válido pelo Grupo G.

O erro ocorreu durante o protocolo de início da partida; durante a apresentação de uma atleta no telão do estádio, a bandeira que estava ilustrada era a da vizinha Coréia do Sul ao invés da norte-coreana.

Frame, Colombia x Coreia do Norte (Foto: Reprodução / Twitter)
Registro da gafe. Foto: Reprodução/Twitter

Revoltadas, segundos depois de ver a bandeira sul-coreana a equipe da Coréia do Norte se recusou a iniciar a partida, voltando para o vestiário e retornando uma hora depois para aquecimento no gramado.

O caso foi tratado como "incidente diplomático". Logo após o ocorrido, a organização pediu desculpas oficiais.

Sabe-se que o conflito entre as duas Coréias é antigo. O conflito entre as nações teve origem na divisão de poder após a Segunda Guerra Mundial.


Atleta grega faz comentários racistas na internet e é cortada!

A triplista Voula Papachristou, representante da Grécia foi cortada das Olimpíadas após postar no Twitter um comentário racista.

Na última segunda-feira ela postou a mensagem - "Com tantos africanos na Grécia... No mínimo os mosquitos do Nilo Ocidental irão comer comida caseira!!!" -.

Logo após o tweet, a mensagem foi repassada diversas vezes. A atleta foi bastante criticada e chamada por muitos de nazista!

A atleta mostrou arrependimento e pediu desculpas na rede social. O presidente do Comitê Olímpico Grego, Isidoros Kouvelos não se comoveu e desligou a triplista da delegação grega.


Donas da casa vencem na estreia; brasileiras goleiam

A Grã-Bretanha venceu a Nova Zelândia em sua estreia no torneio feminino de futebol. O único gol da partida foi marcado pela zagueira Hougthon em uma boa cobrança de falta. 

A bola insistia em não entrar. Foram pelo menos 3 tentativas de gol; a Nova Zelândia teve poucas chances de gol. As neozalandesas dominaram a partida até os 25 minutos do primeiro tempo, após só deu Grã-Bretanha!

As donas da casa jogam novamente no sábado, dia 28, às 13h15 (hora de Brasília) contra Camarões enquanto as meninas da Nova Zelândia jogam no mesmo dia, só que às 10h30 contra a seleção de Marta.

A seleção brasileira que também está no Grupo E, venceu Camarões por 5 a 0, com direito a dois gols da camisa 10 Marta! Com a camisa 11, a atacante Cristiane marcou seu gol e se tornou artilheira em Olimpíadas, com... 11 gols!

No início do jogo o domínio foi das camaronesas. Durou pouco. Já aos seis minutos de partida a seleção vencia por 1 a 0 - com gol de falta cobrada por Francielle.

Aos 9, a vantagem se ampliava. Dois a zero com cabeceio da zagueira Renata Costa. 

Na segunda etapa, Cristiane e Marta aprontaram muito. Jogadas entre as duas marcaram o jogo. A camisa 11 cruzou para a 10 que derrubada na área sofreu pênalti. Cobrou e ampliou. Três a zero.

O gol de número 4 foi marcado por Cristiane, que recebeu a bola de Marta. O quinto gol, fechando a conta, também foi marcado por Cristiane.

Marta comemora gol do Brasil contra Camarões (Foto: Reuters)
Jogadoras comemoram gol de Marta. Foto: Reuters

O Brasil está na liderança do Grupo E com 3 pontos e 5 como saldo de gols; na segunda colocação vem a Grã-Bretanha com 3 pontos e saldo de 1 gol. Nova Zelândia e Camarões se encontram na terceira e quarta colocações respectivamente, com 0 pontos e saldo de gols -1 e -5.

Pelo Grupo F, a seleção japonesa, atual campeã mundial, venceu o Canadá por 2 a 1. Kawasumi e Miyama marcaram para o Japão. Tancredi descontou para o Canadá.

O Japão volta a jogar no próximo sábado contra a Suécia às 08h00 (horário de Brasília) e o Canadá enfrenta a África do Sul às 10h45.

A Suécia goleou as sul-africanas por 4 a 1.

Classificação do Grupo F: 1° Suécia com 3 pontos e saldo de gols 4; 2° Japão com 3 pontos e saldo 2; 3° Canadá com 0 pontos e saldo de gols -2; 4° África do Sul com pontuação zero e -4 como saldo de gols.

No Grupo G, as americanas venceram no início da tarde a França de virada por 4 a 2. Thiney e Delie marcaram os únicos gols da França.

A reação das americanas começou aos 18 minutos da primeira etapa. De cabeça Wambach marcou o primeiro e aos 30 Morgan encobriu a goleira da França e ampliou.

Carli Lloyd comemora gol do Estados Unidos contra as francesas (Foto: Reuters)
Americanas comemoram o terceiro gol. Foto: Reuters

No segundo tempo, a seleção dos Estados Unidos continuou a dominar a partida. Os dois gols que concretizaram a vitória foram marcados por Lloyd e novamente  por Morgan.

Na partida entre Coréia do Norte e Colômbia, as asiáticas levaram a melhor. O primeiro gol saiu dos pés de Song Hui Kim aos 39 minutos do primeiro tempo. No fim da partida, aos 41 minutos do segundo tempo, a mesma atleta carimbou a vitória.

A Coréia do Norte está na segunda colocação do Grupo G com 3 pontos e 2 de saldo de gols. As americanas estão em primeiro lugar com 3 pontos e saldo de gols 4. A França e a Colômbia estão na terceira e quarta colocação respectivamente, com zero pontos.

No próximo sábado, as estadunidenses continuam na busca pela medalha de ouro e enfrentam a Colômbia às 13h00. A França tenta a primeira vitória contra a Coréia do Norte às 15h45.

Web Analytics