Páginas

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Jô por Acaso #8: Davi e Graça

A devolução de 24 mil reais no Setor de Achados e Perdidos, por parte do funcionário Davi dos Santos Pereira, 20 anos, no aeroporto Salgado Filho, na semana passada, merece aplausos. E mais do que isto: nos faz acreditar na humanidade e, ainda mais do que isto: nos faz acreditar no caráter do brasileiro, já tão desacreditado devido a inúmeros escândalos de corrupção, executados por uma parte significativa de nossos representantes políticos. Além de um valor não divulgado como recompensa, recebida pelo aposentado dono do dinheiro, Antônio Mallmann; o rapaz recebeu o orgulho do pai, comovido, com a atitude digna do menino em seu primeiro emprego. Sim, pode e deve se orgulhar, o pai de Davi por haver educado o rapaz para ser honesto e ele haver comprovado o ter aprendido a lição, independente de haver nascido no país do jeitinho e ser de origem humilde.


A notícia da pose de Maria da Graça Foster como nova presidente da Petrobrás é decisiva para mais uma prova do poder em mãos femininas em solo brasileiro. Ao saber um pouco sobre a história de vida de Graça, me sensibilizei com a sua trajetória. Desconheço os detalhes de sua vida pessoal, mas o simples fato de alguém ter morado em uma favela no Rio de Janeiro e ter em seu currículo a função de catar latinha e papel e, hoje, assumir um cargo de tamanha importância nacional revela algo sobre uma história de luta admirável.

As duas histórias: a de Davi e a de Graça comprovam que o ser humano para ser alguém honesto, ético e bem sucedido não tem que necessariamente haver nascido em berço de ouro. A história de cada um é feita por mérito pessoal, pela educação familiar, por uma vida permeada por valores, que não estão vinculados a valor monetário, mas sim a valores morais e éticos.

Meu sincero e comovido aplauso a estes dois singelos exemplos de brasileiros: Davi e Graça!


---
Este é um post especial do TCHÊcnologia publicado toda quarta-feira, às 22h, na seção Jô por Acaso, editada por Joselma Noal.
Web Analytics