Páginas

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Equipe da URI obtém resultado inédito na final da Maratona Nacional de Programação





Depois de conquistar uma vaga para a final da Maratona Nacional de Programação, a equipe Fuzzy, do Curso de Ciência da Computação da URI - Campus de Erechim, conquistou um resultado inédito na fase Nacional, realizada no sábado, 05 de novembro, na Universidade Federal de Goiás, em Goiânia.

Foram mais de 540 times no total. Destes, 50 conseguiram se classificar para a grande Final Nacional que foi, ao mesmo tempo, a eliminatória para o Mundial de 2012, que ocorrerá no início do ano que vem, em Varsóvia, Polônia.

Equipe Fuzzy: coach professor Neilor Tonin (atrás)
e na frente, da esquerda para direita (Mateus Nava,
Gerson Groth e Marcelo Onhate)
O resultado que a equipe Fuzzy (Gerson Groth, Marcelo Onhate e Mateus Nava), "foi simplesmente fantástico", comemorou o coach Neilor Tonin, que vem treinando a equipe nos últimos anos. Dentre as 50 equipes de programadores top do país, a equipe, ressaltou o professor Tonin, obteve o expressivo 21º lugar. Isso sem contar que ela ficou boa parte da prova entre os 15 primeiros e só não terminou entre os 12 porque, por muito pouco, não conseguiu acertar um quarto problema para passar por todos os testes dos juízes.

O que torna o feito algo impressionante, frisou Tonin, que é também coordenador do Curso de Ciência da Computação, é que a URI ficou na frente de todas as universidades particulares, comunitárias e estaduais participantes, além de um grande número de universidades federais com tradição em maratonas nacionais de programação.

Para o professor Neilor, isso mostra que a URI, que é relativamente pequena comparada a outras universidades competidoras, possui no seu Curso de Ciência da Computação, qualidade e talentos suficientes para fazer com que um time, cujos participantes trabalham 44 horas semanais, além de cursar a faculdade, possam competir e superar equipes de alunos com muito mais tempo disponível para treinar. "A meta de ficar entre as 30 principais equipes na final da Maratona foi mais do que cumprida. O que estes acadêmicos fizeram foi absolutamente extraordinário", concluiu o professor Neilor Tonin.

O TCHÊcnologia parabeniza a equipe, o professor Neilor e o curso pelo excelente desempenho. Parabéns!

*Notícia integralmente reproduzida do site da URI.
Web Analytics