Páginas

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Críticas de Terça #33: Não são as respostas que movimentam o mundo, mas sim as perguntas

Saúdo todos meus queridos leitores e leitoras com uma breve reflexão sobre uma palavra de peso para vida humana. O que todos têm, e muitas vezes não dão importância? O que é a base de uma formação? O que é a única coisa que ninguém poderá um dia nos roubar? Para todas essas perguntas existe uma resposta que cabe em uma única palavra, porém, sua função faz toda a diferença para o ser humano, isso se chama: Conhecimento.

Embora muitas pessoas desconheçam tal importância, e passem a vida inteira levando os filhos para escolha sem lhes dar uma resposta plausível diante da rotina de estudos, há os que incentivam a busca pelo conhecimento. Quanto mais curioso(a) for uma pessoa maior conhecimento ela poderá adquirir. Além disso, o conhecimento se dá tanto formalmente quanto informalmente, de maneiras variadas e em níveis variados. Conhecimento requer primeiramente conhecer a si mesmo, para depois conhecer outras pessoas, adquirir uma formação e aplicar tais estudos.

Concordo com Platão, quando ele afirma que: "A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento." Com o mundo globalizado, e as facilidades de pagamento, muitas pessoas deixaram de lado a busca pelo conhecimento, uma vez que é muito mais fácil comprar e atingir uma felicidade temporária. Muitas pessoas têm o desejo de aprender inglês, fazer uma faculdade, investir em um curso técnico. Mas apenas desejar não muda as coisas, e acabam postergando, achando a desculpa que é caro, porém esbanjam em roupas e não aprimoram o conhecimento.

Investir em conhecimento, é como fazer academia, requer uma prática diária, persistência e desejo. É um processo lento, porém garantido. Admiro os profissionais que batalham para repassar o conhecimento. Confesso que me indgna o fato de profissionais menos instruídos do que os mestres em conhecimento muitas vezes serem mais valorizados. Tenho que admitir que me conforta o pensamento de Leonardo da Vinci: "O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã."

Quem possui conhecimento nunca terá uma vida pobre de espírito. O universo das artes preencherão vazios, e os darão mais criatividade. Desta forma, quem possui um conhecimento vasto e profundo jamais terá ausência de oportunidades, já que é algo impossível de ser tirado, e que faz toda diferença no universo profissional. Encerro meu texto com uma das minhas frases favoritas, repetida inúmeras vezes no comercial da emissora Futura: "Não são as respostas que movimentam o mundo, mas sim as perguntas."

---
Este é um post especial do TCHÊcnologia publicado toda terça-feira, às 22h, na seção Críticas de Terça, editada por Emily Arcego. Siga a coluna no Twitter: @CriticasdeTerca e participe!
Web Analytics