Páginas

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Por quê o OpenOffice.org / BrOffice.org é melhor?

Conheci o OpenOffice na Universidade onde estudo e trabalho. De início sofri com a mudança, como é natural, mas aos poucos fui percebendo que as vantagens são fortes mesmo.

Primeira grande vantagem é a característica multiplataforma. Independentemente do sistema operacional utilizado, ele vai se comportar da mesma maneira. Seus arquivos poderão ser editados normalmente, sem perdas com formatação, sem dores de cabeça.

Por falar em dor de cabeça, já precisou gerar PDF a partir do MS Office? Só com aplicação externa, certo? No OpenOffice não é necessário, pois ele traz nativamente a opção de exportação como PDF, uma mão-na-roda de fato. E segundo rumores, em próximas versões esse recurso estará melhorado e suportará links também (sumário com links para páginas internas do próprio documento).

Você geralmente precisa compactar arquivos antes de enviá-los por e-mail devido ao tamanho absurdo? Com o OpenOffice não é necessário ter essa preocupação. Os formatos nativos dos documentos já são compactados por si só. Outra vantagem interessante que a suíte da Sun traz.

OpenOffice é livre. Isso garante que você não ficará eternamente preso a uma empresa, principalmente em se tratando da Microsoft. O fato de ele ser livre faz com que cresça mais rapidamente e de acordo com os gostos da comunidade, que é quem indiretamente o desenvolve e quem diretamente o utiliza.

O MS Office 2007 trouxe mudanças gritantes de design e atrapalhou muitos usuários quanto à extensão padrão de seus arquivos, que passaram de DOC para DOCX, de XLS para XLSX, de PPT para PPTX etc. A mudança traz o empecilho de que estas novas extensões só podem ser abertas pelo MS Office 2007, o que não é nada legal e, certamente, um descaso com seus usuários. Trabalhando diretamente com usuários inexperientes, percebo o claro tormento que vivem devido a tais mudanças radicais.

Os menus do OpenOffice são de fácil compreendimento e, eu particularmente os prefiro. O tratamento de imagens, quebras de página, formatação de parágrafo e página, enfim, tudo de melhor compreendimento. A criação de índices e sumários também é mais amigável.

De um modo geral, o início é sofrido, como qualquer mudança na vida. Mas a longo prazo, o uso de uma suíte estável, livre e gratuita, pode compensar muito. O Open é hoje uma alternativa viável para empresas e para uso doméstico, além de instituições de ensino. Uma característica ruim é que o OpenOffice ainda não superou a parte de apresentações, na minha opinião. Ainda é melhor criar apresentações usando o PowerPoint, mas isso são apenas detalhes.

Para saber mais sobre a suíte, fazer download e experimentar, visite a página do OpenOffice.org
Para os brasileiros, existe a versão em Português: BrOffice.org

Imagens utilizadas neste post retiradas desta e desta páginas.
Web Analytics